banner-reabilitacao-pavimento-pelvico.jpg

Reabilitação do Pavimento Pélvico

Como funcionam as consultas?

Antes do tratamento

Na primeira consulta é feita uma entrevista rigorosa e uma avaliação de todo o pavimento pélvico.

Durante o tratamento

O fisioterapeuta realiza técnicas manuais internas e externas, são realizados exercícios de fortalecimento com recurso a equipamento de feedback visual

No final do tratamento

É feita uma reavaliação, com ensino de estratégia e exercícios para realizar em casa.

Em que situações devo recorrer à Reabilitação do Pavimento Pélvico?

Após alguma lesão nestas estruturas durante a gravidez ou parto, ou com a aproximação da menopausa e as decorrentes alterações hormonais, surgem os primeiros sinais de fraqueza muscular dos Músculos do Pavimento Pélvico. A obstipação crónica e a obesidade são igualmente factores de risco no desenvolvimento de disfunção dos Músculos do Pavimento Pélvico, assim como a tosse crónica e algumas actividades profissionais ou desportivas.

reabilitacao-pavimento-pelvico-destaque_edited.png

Em que pode a Reabilitação do Pavimento Pélvico ser útil?

Aumentando a consciência corporal dos Músculos do Pavimento Pélvico e promovendo o reforço muscular dos mesmos, através da aprendizagem e da prática de diferentes exercícios e técnicas, com feedback e monitorização da evolução conseguimos mudanças de comportamentos associados à melhoria da sintomatologia.

utilizacao-reabilitacao-pavimento-pelvico.JPG

Sabia que?

O pavimento pélvico é uma camada pouco espessa em forma de rede, composta por vários músculos, ligamentos, tecido conjuntivo e fáscias, que ‘forra’ o fundo da cavidade pélvica, entre o osso púbico, à frente, e o sacro, atrás.

 

A integridade destas estruturas é essencial à manutenção da continência urinária e fecal, ou seja, ao controlo da saída de urina, fezes e gases.