Reabilitação do Pavimento Pélvico

O que é o Pavimento Pélvico?

O pavimento pélvico é uma camada pouco espessa em forma de rede, composta por vários músculos, ligamentos, tecido conjuntivo e fáscias, que ‘forra’ o fundo da cavidade pélvica, entre o osso púbico, à frente, e o sacro, atrás. 

A integridade destas estruturas é essencial à manutenção da continência urinária e fecal, ou seja, ao controlo da saída de urina, fezes e gases.

Os músculos do pavimento pélvico (MPP) e os músculos profundos abdominais têm uma ação síncrona, e contraem de forma reflexa quando tossimos, espirramos ou fazemos esforços intensos, contribuindo na prevenção de perdas involuntárias.

O pavimento pélvico é responsável também pela sustentação e posicionamento dos órgãos pélvicos - útero, bexiga, vagina e intestinos - na sua posição fisiológica, bem como pela função reprodutiva e sexual.

O que leva à fraqueza muscular dos músculos do pavimento pélvico (MPP)?

 

Tal como qualquer outro músculo do nosso corpo, os MPP devem manter-se tonificados e ‘em forma’, para permanecerem competentes, ao longo da vida, nas suas várias funções.

Muitas vezes, é após alguma lesão nestas estruturas durante a gravidez ou parto, ou com a aproximação da menopausa e as decorrentes alterações hormonais, que surgem os primeiros sinais de fraqueza muscular dos MPP.

A obstipação crónica e a obesidade constituem igualmente factores de risco no desenvolvimento de disfunção dos MPP, assim como a tosse crónica e algumas actividades profissionais ou desportivas.

O que pode resultar da fraqueza dos MPP?

A fraqueza muscular pode afetar negativamente qualquer uma das funções em que este conjunto de músculos está envolvido.

Nas mulheres, as disfunções mais frequentes são a incontinência urinária (de esforço, de urgência, ou mista) e o prolapso de órgãos pélvicos.

Como pode a Fisioterapia ajudar?

  • Aumentando a consciência corporal e a propriocepção dos MPP;

  • Promovendo o reforço muscular dos MPP, através da aprendizagem e da prática de diferentes exercícios e técnicas, com feedback e monitorização da evolução;

  • Associando a electroestimulação perineal, com sondas vaginais, quando indicado;

  • Aumentando a mobilidade e flexibilidade de cicatrizes e fibroses cicatriciais, com diminuição de queixas álgicas;

  • Explorando as sinergias entre os músculos profundos abdominais e o diafragma com o pavimento pélvico, através de técnicas em que se fortalece o core abdominal, com controlo da ventilação diafragmática;

  • Promovendo as mudanças de comportamentos associados à melhoria da sintomatologia.

CONTATOS

+351931975007

HORÁRIO

Seg - Sex:

8:00 - 20:00

MORADA

Rua Nova dos Mercadores, 14 A, 1990-197, Lisboa

Clinica Osteopatia e Fisioterapia em Lisboa
  • Facebook ícone social
  • Instagram
  • LinkedIn ícone social

© 2020 por Osteoparque lda.